Investimentos do Município fortalecem a agropecuária local

Um dos principais compromissos firmados no início da Gestão, foi o de viabilizar recursos a serem destinados em melhorias às áreas rurais do nosso Município, apoiando os produtores rurais e incentivando à produção agrícola.
Através da Lei Municipal nº 2024/2017, foi instituído a Diretoria de Agropecuária, pertencente a Secretaria de Infraestrutura, Agropecuária e Meio Ambiente. A Diretoria tem por finalidade promover, estimular e fomentar as atividades agropecuárias, apoiando sistemas de distribuição e abastecimento dos produtos agropecuários dentro do Município.
A Diretoria ainda possui atividades de criação, desenvolvimento e execução de projetos e programas de incentivo as atividades agropecuárias, objetivando a geração de emprego e renda. Define e executa políticas agrícolas e de abastecimento para a cidade, organizando a cadeia produtiva e sua sustentabilidade econômica e ambiental. Além efetuar a promoção da sistematização dos solos agrícolas, através do emprego da patrulha mecanizada.
Em uma de suas ações, por intermédio de Convênio firmado com a Sanepar e com a FUNASA, o Município viabilizou a ampliação da rede de água nas Comunidades Rurais de Água do Bugre, Abepu, Cruzeirinho, Caximbeiro, Maracaju, Capelinha, Rancho Alegre e Linha das Flores, onde houve o investimento de R$ 2.507.475,36, que contemplou cerca de 253 famílias.
 
Em convênio nº 4500046235, firmado com a ITAPU, realizou o projeto denominado Manejo Conservacionista de Água e Solo, Saneamento Rural, Educação Ambiental, Apoio a Piscicultura, Biodiversidade Nosso Patrimônio e Monitoramento Ambiental Participativo, Sustentabilidade Social e Regional e Coleta Solidária com Catadores, que tem por finalidade a execução conjunta de diversas ações de fomento agrícola e preservação ambiental.
Atualmente, foram R$2.525.500,00 investidos e conquistados na aquisição dos mais diversos maquinários e equipamentos agrícolas, sendo gasto um montante total de R$ 8.206.062,80 nestas adequações, cascalhamentos e calçamento poliédrico. Ainda foram investidos R$881.032,00 na faixa verde, área de proteção ambiental pelo Lago de Itaipu. A Diretoria de Agropecuária ainda realiza atividades de incentivo à produção leiteira e demais raízes, conforme previsto na Lei Municipal nº 1.313/2005, descreve:
′′Art. 4º: Os incentivos ou benefícios concedidos, isolados ou globalmente, dentro dos limites do Art. 2º, poderão ser da seguinte ordem:
III – INFRAESTRUTURA – Terraplanagens, escavações, preparo do solo; aração ou gradagem; aterramento, drenagem, lagoa de tratamento de efluentes, poço artesiano, arruamento, ensaibramento, cascalhamento, meios-fios, pavimentação com pedras irregulares ou asfáltica, adequação de estradas, cascalhamento, rede de água, rede de esgoto sanitário, galerias de águas pluviais, reflorestamento, tanque rede, açude. (Redação dada pela Lei nº1368/2005).
IV – MATERIAIS – Pedra britada, cascalho, seixo, areia, telha e lajota, para ampliação ou melhorias a serem feitas mediante apresentação de projeto ou por alternativa que se verificar mais conveniente a cada caso, a critério da comissão de fomento. (Redação dada pela Lei nº 1368/2005)”.
Ainda nos incentivos à bacia leiteira no Município, há o investimento de R$143.757,80 reais no fornecimento de sêmen para inseminação artificial do gado, na bovinocultura leiteira, e nitrogênio para a conservação desse material genético necessário. Esta ação visa melhor a conformação racial, conforme demanda do plantel do Município, a ação resultou no significativo aumento da produtividade e qualidade do leite.
Com respaldo na Lei nº 11.947/09 e no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), o Município realiza incentivos aos produtores rurais, com a aquisição de alimentos orgânicos por parte das escolas públicas. Uma alimentação nutritiva, adequada e livre de doenças às crianças e a geração de empregos e renda aos pequenos produtores agrícolas municipais.
De acordo com o Diretor de Agropecuária Michel Kihara: ′′Todas as ações desenvolvidas pela Diretoria foram realizadas com o intuito de incentivar os produtores agrícolas no nosso Município, e vemos esse resultado com o notório avanço na produção, que atualmente, ultrapassam 297 milhões de reais gerados.

 

ASSESSORIA PMG

Você pode gostar também