Diocese de Toledo emite nota com orientações sobre pandemia do coronavírus

A Diocese de Toledo emitiu nesta terça-feira, uma nota e imprensa, com informações sobre as atividades e medidas referentes a pandemia do novo coronavirus, que começou a se proliferar de uma forma mais rápida no Brasil.

A Diocese de Toledo engloba paróquias da Igreja Católica nos municípios de Toledo, Marechal Rondon, Mercedes, Guaíra, Entre Rios do Oeste, Terra Roxa, Ouro Verde do Oeste, Quatro Pontes, Maripá, Tupãssi, Assis Chateaubriand, Nova Santa Rosa, Jesuítas, Formosa do Oeste, Pato Bragado, São Pedro do Iguaçu, Nova Aurora e Palotina.

Confira abaixo a nota na íntegra.

A vida de cada um é o bem mais importante que temos. Precisamos defendê-la com muito empenho e responsabilidade. A pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) tem aumentado e nos obriga a tomar novas atitudes e medidas para nos prevenir da doença. Seguindo as orientações das autoridades competentes, faz-se as seguintes determinações:

1) A partir do dia 20 de março até o dia 4 de abril ficam suspensas as citadas atividades: As reuniões, encontros, festas, escolas de formação paroquiais e diocesanas, grupos de orações de todas as pastorais e movimentos; Os mutirões de confissões para a Páscoa nas paróquias e capelas. Pede-se vivamente que os sacerdotes se coloquem à disposição de todos os que buscam o Sacramento da Reconciliação nas salas de atendimento das paróquias e capelas através de horários especiais; Os encontros de catequese (crianças, jovens e adultos).

2) Pedimos que os idosos, doentes e pessoas do grupo de risco permanecem em suas casas e, por isso, estão dispensados da participação das missas semanais. Sejam incentivados a acompanhar as celebrações pelos meios de comunicação, rezem o Santo Rosário e leiam a Palavra de Deus. Vamos continuar com o atendimento aos fiéis nas secretarias paroquiais e com as celebrações das missas ao mesmo tempo em que incentivamos o cuidado com a higiene pessoal. Em todos os ambientes seja fornecido o acesso ao álcool em gel. Favoreçam o distanciamento adequado entre as pessoas e mantenham o ambiente arejado. Se possível, multiplicar os horários de missa nos fins de semana, evitando aglomerações. As celebrações sejam realizadas com piedade e devoção, sem procissões e preces dos fiéis. As homilias sejam breves, assim como podem ser suprimidos alguns cantos litúrgicos. Durante as celebrações eucarísticas: evitem o aperto de mãos na acolhida aos fiéis, não deem as mãos durante a oração do Pai-Nosso; omitam o abraço da paz; distribuam a comunhão somente na mão. Confiantes em Deus, peçamos ao nosso padroeiro Cristo Rei e a Maria Mãe da Igreja que nos ajudem a assumir esses desafios e a superar esse momento difícil.

Ponto da Notícia

Você pode gostar também